Surf City El Salvador ISA World Surfing Games 2021 fica para o domingo dia 30/05

Início das baterias do Surf City El Salvador ISA World Surfing Games 2021 fica para o domingo (30) nas ondas de La Bocana e El Sunzal

Com surfistas de 51 países, competição tem início neste domingo, às 11 horas (Brasília), com transmissão exclusiva pelo Canal Olímpico do Brasil.

A organização do Surf City El Salvador ISA World Surfing Games 2021, evento que define os últimos classificados aos Jogos Olímpicos de Tóquio, fez alguns ajustes no cronograma original e alterou o início das baterias para este domingo (30) nas ondas de La Bocana e El Sunzal, em El Salvador. As duas categorias irão para a água, com os homens competindo em La Bocana e as mulheres em El Sunzal, a partir das 11h no horário de Brasília.

Será a primeira vez que El Salvador recebe os Jogos Mundiais da ISA (International Surfing Association), que acontecem desde 1964 e já coroaram campeões mundiais em todos os cantos do globo. “A realização deste campeonato foi verdadeiramente um esforço de todo o país”, destaca Morena Valdez, Ministra do Turismo de El Salvador, em coletiva de imprensa realizada na última sexta-feira (28).

“Queremos mostrar ao mundo que El Salvador é um ótimo destino para esse tipo de evento. Queremos mostrar aos nossos novos embaixadores e as delegações visitantes que este é um dos melhores países para surfar, mas também para visitar, investir e viver”, completa Valdez.

Presidente da ISA

Na última sexta-feira (28), foi realizada uma coletiva de imprensa em El Tunco. Além de Morena Valdez, o encontro reuniu Fernando Aguerre, presidente da ISA; Yamil Bukele, presidente do Instituto Nacional dos Esportes de El Salvador, além do atleta local Bryan Perez e da campeã mundial Sofia Mulanovich, que batalham por uma vaga aos Jogos Olímpicos de Tóquio.

“É a minha primeira vez em El Salvador. Estou muito feliz por estar aqui e gostaria de agradecer ao presidente Nayib Bukele pela visão de que o surfe é mais do que um esporte. Pode fazer parte das políticas de governo, uma rota de desenvolvimento do país, e esse campeonato pode ser um ‘antes e depois’ para El Salvador. O surfe não é simplesmente um esporte. É uma cultura. É cuidar de nossos oceanos”, ressalta Fernando Aguerre.

O presidente da ISA também revelou que 18 pessoas, entre competidores e staff, testaram positivo para a Covid-19 na última sexta. Ele destacou os protocolos de segurança criados pela entidade já previam esse tipo de situação e disse que os infectados foram prontamente colocados em isolamento. Agora, novos testes serão realizados ao longo do evento.

Segundo Aguerre, nos últimos dois dias foram realizados mais de 564 testes entre todos os envolvidos no evento que estão em El Salvador. O presidente da ISA explicou ainda que todos aqueles que deram positivo precisaram passar por novos exames. As identidades não serão reveladas, mas Aguerre fez questão de ressaltar que não se trata de um foco gerado no evento, mas de casos isolados que foram importados para El Salvador.

Já os competidores com teste negativo estão convocados para o início das baterias do ISA Games neste domingo (30). Eles precisarão passar por novos testes durante o evento, além de cumprir um rigoroso protocolo de segurança para evitar a disseminação da doença.

Rumo ao Bi 

A seleção brasileira já desembarcou no país da América Central e luta pelo bicampeonato por equipes com Italo Ferreira, Gabriel Medina, Filipe Toledo, Silvana Lima, Tatiana Weston-Webb e Julia Santos.

No masculino, Italo defende a medalha de ouro, enquanto no feminino, o título do último ISA Games, disputado em 2019 nas ondas de Miyazaki, Japão, foi conquistado pela peruana Sofia Mulanovich. Na ocasião, Silvana Lima faturou a medalha de prata e Gabriel Medina ficou com o bronze.

Dos seis atletas, apenas Filipe Toledo não entrará em ação no primeiro dia, pois está escalado na 29º confronto da primeira fase masculina e a abertura do evento terá os 24 duelos iniciais de cada categoria. A primeira a entrar em ação será Júlia Santos, que disputa logo a primeira bateria do dia em La Bocana. Em seguida, Italo Ferreira (13a bateria), Tati Weston-Webb (16a), Silvana Lima (20a) e Gabriel Medina (21a) dão sequência à participação brasileira na abertura da prova em El Salvador.

Protocolos de combate à Covid-19

A ISA informou que 564 competidores e oficiais do evento foram submetidos a testes de PCR para COVID-19 entre 27 e 28 de maio. Destes, 18 tiveram teste positivo, dos quais 11 são atletas.

Outros 10 casos estão atualmente aguardando mais testes. Os 18 casos positivos foram colocados em quarentena em um hotel fornecido pelo governo, de acordo com os protocolos estabelecidos e implementados pelo governo de El Salvador, o Comitê Organizador Local e a ISA.

A ISA está tomando essa atitude e divulgando as informações porque prioriza a saúde e o bem-estar de todos os atletas, dirigentes e técnicos em seus eventos.

Nenhum detalhe específico sobre as equipes ou indivíduos com teste positivo será divulgado pela entidade. A ISA fornecerá novas informações após a conclusão das rodadas adicionais de teste.

Na equipe brasileira, os quatro atletas que estavam disputando as etapas do Circuito Mundial na Austrália se juntaram à equipe e estão todos seguros e instalados em quartos individuais em um hotel que está atendendo exclusivamente à Seleção Brasileira de Surfe.

“Localizado em uma praia vizinha às praias de competição, o que nos garante maior privacidade e isolamento, o hotel oferece toda a estrutura necessária para o treinamento (com academia, piscina, sala para análise de vídeos) e a recuperação (sala de fisioterapia e massagem) dos nossos atletas”, diz Adalvo Argolo, presidente da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf).

Além de toda a estrutura física e material oferecida, a comissão técnica, montada em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil, conta com técnico, cinegrafista, fisioterapeuta e massoterapeuta.

“A Confederação Brasileira de Surf está em contato direto com a federação internacional (ISA) e cuidando de todos para garantir a integridade, saúde e segurança dos atletas e oficiais que estão em El Salvador”, conclui Adalvo.

Transmissão ao vivo

Com janela até o dia 6 de junho, o Surf City El Salvador ISA World Surfing Games será transmitido ao vivo no Brasil com exclusividade pelo Canal Olímpico do Brasil (https://www.canalolimpicodobrasil.com.br/). Além disso, a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) vai acompanhar a seleção brasileira direto de El Salvador com fotos, vídeos e atualizações diárias das baterias em suas redes sociais.


Divulgação CBSurf

(Visited 32 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.